Como conservá-lo?

O salmão marinado

Às vezes existe coisas que podem parecer óbvias,  mas nem sempre o são. Um dia você se dá conta e pensa “Como não pensei nisso antes?”.  Por isso quero compartir este truque. Primeiro marinas o salmão. Eu o deixo 24 horas no frigorífico bem coberto de sal e açúcar (na proporção de 1 parte de açúcar por 2 partes de sal gorda). Se lhe pode acrescentar endro, tomilho, raspas de limão… ao gosto de cada um. Melhor tapá-lo com papel filme para que não pegue sabores estranhos. Passadas  às 24 horas retiramos da salgação, enxaguamos debaixo da torneira e secamos. E, agora vem o truque, fazemos porções e congelamos. Desta maneira nos dura muito mais tempo, não necessitamos colocá-lo em azeite, e o vamos descongelando de acordo com o que nos faça falta. Pode parecer tolo,  mas até há pouco tempo comecei a faze-lo e é realmente cômodo. Experimente.

O salmão fresco

Ao salmão se lhe reconhece pelo seu dorso gris azulado manchado de preto e seu ventre dourado. Os salmões devem ser brilhantes e conservar um pouco de seu sangue; desconfie quando suas cores sejam tênues. Escolha de preferência peixes inteiros, sem prejuízo de que logo os mandes a cortar em postas na peixaria. Quando os salmões são grandes (8 libras) resultam mais tenros, mas exigem que a cocção seja muito suave. O salmão não deve cozinhar-se demasiado, é melhor que fique  um pouco cru. Pode guardar-se uns 3 dias no frigorífico. O defumado à lenha é uma das técnicas mais antigas para conservar o peixe. Ambos podem congelar-se sem problemas.

Salmão defumado

• Deve-se manter o salmão sempre refrigerado. O melhor é consumir todo o conteúdo uma vez aberto a embalagem.

• Antes de servi-lo e para que esteja mais tenro, o melhor é abrir a embalagem que o contém pelo menos uma hora antes de ser consumido.

• Para guardar o salmão uma vez aberto a embalagem, há que envolvê-lo em papel de alumínio e guardá-lo no frigorífico. Somente se conserva em perfeito estado durante 3 dias.



Ver más